sexta-feira, 30 de abril de 2010

Ainda sobre a ausência


Alguma ausência,
num tempo de regresso à terra onde nasci.
O vento sopra forte e as horas passam devagar.

Texto: Clara Marchana

Sem comentários: