quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Emoção em segredo



Vem água, chuva, mar, rio,
venham em forma de sussurros despercebidos ao luar.
Subam até à varanda do quarto andar, que está cheia de plantas, flores, regadores,
e deixem-me sentir,
deixem-me curar o que não sei tratar.

Texto: Clara Marchana
Fotografia: Rex Ray

Sem comentários:

Sinceridade

Para ser sincera. Hoje sinto-me triste. Não sei bem porquê. Melancólica. Às vezes sinto mais a vida, filigrana de cristal fino. Olho par...